domingo, 14 de maio de 2017

Perceções I



Ontem, na espontaneidade que os arroubos (e a urgência de dizer, como me disse, há uns anos, um amigo das lides poéticas) me arrancam, escrevi na rede social FB: Definitivamente, Portugal está nos olhos, nos ouvidos e nas bocas do mundo, na sequência das emoções diretas que os últimos eventos (visita do Papa Francisco e presença do Salvador Sobral no festival da eurovisão 2017) me suscitaram e no momento em que, quase em cadência, os júris nacionais (18, disseram no final) atribuíam o máximo de pontuação à canção portuguesa, sempre cantada em português, resistindo (os irmãos Sobral) ao mainstream, fazendo emergir o olhar de dentro, o sentimento, a alma.
E isto, para mim, é a manifestação do sagrado que existe no Homem. E a minha crença que este Homem nu prevalecerá quando os abismos estiverem prestes a chegar a um ponto do não retorno. Ou quando muitas das narrativas que se desenrolam, por esse mundo fora, em cordas bambas, pareçam previamente condenadas a uma atração fatal.
Depois, a mensagem da “Mensagem” de Fernando Pessoa, baila-me por entre as minhas perceções. E o último verso do poema “Infante” (Senhor, falta cumprir-se Portugal), soa-me no peito como alerta, como uma convocação permanente. Individual e coletivamente. Ontem, senti ambas. Ontem, Portugal cumpriu-se.

Odete Ferreira, 14-05-17
Foto retirada do google
(Deixei um comentário para os amigos e amigas que estiveram na última partilha)

34 comentários:

  1. Olá, Odete, assisti o vídeo de Salvador Sobral no blog da Fernanda (Fê), foi onde escutei melhor. Li a letra. Realmente a sua voz é algo até angelical. Parabéns a Portugal!!
    A visita do papa Francisco também foi algo lindo, adoro esse papa, generoso, moderno, humano! Torço para que modernize mais a igreja católica; para que dê uma olhada para o problema do 'celibato' na igreja. Que una cada vez mais a igreja, que leve conforto aos fiéis.
    Beijo, querida amiga.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi um dia inesquecível,um dia cheio de emoções... E sim "PORTUGAL CUMPRIU-SE!!!!!!!! Beijinho

      Eliminar
    2. Tais: sempre que, algum português ou Portugal é protagonista de um evento glorioso, eu ufano de orgulho e emoção. O que também me acontece com outros casos mundiais.
      Grata, sempre. Bjinho :)

      Eliminar
  2. Mas que dia, querida Odete.
    Mas diz-me que é feito da amiga? Sabes a quem me refiro?
    Diz-me algo nem no Feicevuque eu a vejo.
    Kis :={

    ResponderEliminar
  3. Sempre reflexiva, minha Amiga Odete. Foram muitas emoções juntas...
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Graça: como carta de apresentação do blog escrevi, há muito, muito tempo "Blog de carácter pessoal, com predominância de textos em prosa e poesia. Ocasionalmente, de reflexão..."
      Com o espaçamento de publicações, nos últimos anos, deixo muitos textos de reflexão (e que valem o que valem) guardados e que são escritos no seguimento de eventos (no sentido lato) nacionais e mundiais. Talvez divulgue mais, sob a égide deste título "Perceções".
      Sempre grata pela tua generosa presença. Bjinho ;)

      Eliminar
  4. Um fim de semana, este... pleno de emoções, nas mais variadas áreas...
    Concordo em absoluto, com o que afirmou no seu texto, Odete!
    Cheguei aqui por intermédio de uma recomendação do António Gomes, no seu blogue... e gostei imenso de descobrir este espaço... pleno de boas percepções... pelo que rapidamente me apercebi...
    Se nos desejar conhecer, estamos em artandkits.blogspot.com e adoraríamos a sua presença, por lá...
    Beijinho! Feliz semana!
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Ana (já agradeci ao António Gomes, um espaço que sigo há muito). Já passei no teu sedutor espaço e, sempre que possível, lá irei.
      Bjinho :)

      Eliminar
  5. Foi, de facto, um fim de semana de grande sucesso mediático
    Seria bom que servisse de estímulo e incentivo.
    Beijinhos, querida Amiga.
    ~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não duvido, Majo. Tudo o que se faz ou que se faz acontecer tem os seus efeitos. Escrevi este texto, no final da manhã de domingo, 14, num espaço fantástico "Flor de Sal", junto ao meu rio. O que li e ouvi, de pessoas e em meios credíveis, ao longo da semana, em nada contraria o que senti e expressei.
      Sempre grata, pela tua presença. Bjinho :)

      Eliminar
    2. Depois de ver os irmão na Assembleia da República, compreendi até que ponto o Salvador foi combalido para Kiev, após cirurgias que implicam incisões nos intestinos. Debaixo da camisa larga percebia-se o grande penso sobre o local operado.
      Uma grande luta por um ideal que alguns quiseram cercear há dez anos.
      Na sua dimensão, não hesito em dizer que foi um herói.
      Desejo-lhe misericórdia divina e muito sucesso.
      ~~~ Grande abraço ~~~

      ~~~~~~~~

      Eliminar
  6. Atendiendo a la sugerencia que hace el blog "Existe sempre um lugar", he acudido a visitar su blog. Me encanta que se haya ganado ese premio para Portugal pero a mi no me causa ningún asdombro pues a través de "Existe sempre um lugar" estoy conociendo a numerosos cantantes portugueses de gran valía, que tienen una buenísima voz, buena dicción, cantan buenos temas, en fin que están a un nivel inmejorable.

    Ha sido un placer conocer su blog y ni que decir tiene que también para mí sería un placer recibir sdu visita en cualquiera de mis blogs. Saludos muy afectuosos y cordiales y enhorabuena, se lo merece.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Franziska. Já andei deambulando pelos teus lindos espaços. Espero ter disponibilidade de tempo para te ir visitando.
      Bjinho :)

      Eliminar
  7. Boa tarde, dia de boas emoções portuguesas, Portugal cada vez mais, está a ser falado por belos motivos internacionalmente, que assim continue.
    AG

    ResponderEliminar
  8. "Portugal, cumpriu-se" e falas com a alma tão cheia de Pátria que o teu grito chegou aqui.
    De acordo , Odete, foi um fim de semana em pleno onde por vezes parecíamos pairar numa espécie de sonambulismo. Gostei do teu orgulho pátrio, grande transmontana!
    Terno abraço!:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E nós somos assim, não é Manuela? A alma a pairar fora do corpo...
      Sempre grata, Manuela! Bjos, muitos :)

      Eliminar
  9. Odete,

    estou tentado a concordar contigo, depois da reacção de estranheza que o texto me provocou.

    mas talvez tenhas razão e actualmente "Portugal se cumpra" nas efémeras glórias de momento.

    aliás o jovem é inteligente, parece sensato e ... merece a vitória!
    o que não será pouco rss

    beijo, minha amiga

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concorda, Manuel, concorda! E não estranhes este eflúvios, acometem-me muitas vezes, mas nem sempre os escrevo :) :)
      (E sei que entendes bem o alcance do escrito)
      Grata, sempre. Bjinho :)

      Eliminar
  10. Querida Odete,

    Contagiante a tua narrativa neste sentir tão belo nas
    raízes do teu País e crescente no tom da tua
    excelente poética impressa no teu texto.

    Sempre aprecio a leitura aqui!!

    Bjos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom, Suzete! Contagiar alguém através do que se diz ou escreve, já é uma forma de nós nos cumprimos enquanto escreventes! :)
      É recíproco o prazer nas partilhas, como bem sabes.
      Oxalá o teu Brasil se cumpra, ainda que tudo esteja em corda bamba...
      Bjinho grato, amiga :)

      Eliminar
  11. Parabéns aos Sobral e a Luis Figueiredo, que fez o arranjo musical.

    Óptimo terem cantado em português e não entrarem nos efeitos especiais de palco .

    Gosto do Papa Francisco como gostei de João XXIII e João Paulo I (Albino Luciani, bispo de Veneza).

    Que Portugal se cumpra !

    Beijinhos para ti e teu menino d´ouro :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Havemos de chegar, São, havemos de chegar...
      Obrigada pelo miminho, está mesmo um menino d´oiro :)
      Bjos, amiga. Grata, sempre. :)

      Eliminar
  12. Boa tarde, amiga, não sei vai gostar ou não do meu comentário, mas eu sou como sou e não deixo de dizer o que tenho a dizer, umas vezes com razão outras vezes sem razão, mas o que lhe vou dizer é muito sentido, é puro. em 2016 e em 2017 muita coisa aconteceu internacionalmente que criaram boas emoções aos portugueses, a ultima foi a vitoria no festival da Eurovisão com uma maravilhosa canção, fiquei contente pelo acontecimento, mas o que me fez mais feliz em 2016 e neste de 2017, foi ficar livre do Cavaco e Silva e do Passos Coelho que nada de bem fizeram à grande maioria dos portugueses em todas as áreas, tudo que possa acontecer de bom e criar emoções, nada é superior ao afastamento destes dois e dos seus submissos.
    Desculpe se não fui correcto, mas é o meu puro sentimento.
    AG

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que gostei, mesmo que o não subscrevesse (o que não é o caso) o António não desrespeita os espaços onde marca presença.
      A propósito do que referes, em termos de política, penso que publiquei um ou outro texto, manifestando a minha concordância com a solução à esquerda. Irei pesquisar e depois deixarei o link.
      Posto isto, 2016 será o meu ano de ouro (o meu filho começou a trabalhar, finalmente, na sua área numa produtora com nome na praça e o meu neto iniciou a sua vida intra-uterina, nascendo a 2 de janeiro deste ano.
      Como vês, razões só para sorrir :) :)
      Bjinho

      Eliminar
  13. ¡Bravo por Salvador! Y por Portugal. Un aplauso prolongado y mi saludo cordial.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela visita e por esse aplauso, Marina Fligueira.
      :) :)

      Eliminar
  14. E a Assembleia da República está prestes a homenagear o Salvador (começou agora mesmo).
    Portugal precisa mesmo de se cumprir. E a dupla deu uma ajudinha. Resta saber se a vamos aproveitar.
    Bom fim de semana, amiga Odete.
    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E aproveitou para pedir mais orçamento para a cultura, na entrevista.
      Acredito que as partes podem chegar a um todo, Jaime
      Grata, amigo. Sempre. Bjinho :)

      Eliminar
  15. Uma bela pedrinha no charco
    Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E que haja muitas mais a cortar as águas, ou a es(Puma) de Mar(es)...
      Grata. Bjinho :)

      Eliminar
  16. Odete,
    A propósito do teu dissertar, pleno de alma, ouso trazer para aqui a memória duma grande personalidade que percebeu, como poucos, a alma portuguesa: Agostinho da Silva.

    Um beijinho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E ousaste muito bem, AC.
      Não perdia as "Conversas Vadias". Qualquer dia a ver se as revejo no arquivo da RTP, agora, certamente, com outros olhos.
      Grata, sempre. Bjinho :)

      Eliminar