segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Reciclar afetos



Nunca o vira assim. Prostrado. Os sulcos da terra pareciam ter alugado o espaço do seu rosto. Percorreu-os como se o ato de alisamento desfizessem, milagrosamente, todo um estado de angústia, de incerteza, de desânimo. Afagou-lhe o rosto que procurava alívio no seu regaço. Um regaço desnudado, de dádiva contornado, de apaziguamento procurado. Também de prazer nos momentos de toques sedutores…
Mas hoje, hoje o seu amor precisava de outros toques. De magia… Cerrou-lhe docemente os olhos, pronunciou as palavras de reza, a oração que os unia para lá da realidade, tocando um céu sempre limpo de nuvens cinzentas. E era nesse lugar que renovavam os seus votos secretos.
- Querido, temos tanta coisa nossa. Se não conseguires colocação, reciclamos o jardim. Congelamos as flores na alma e outras sementes alimentarão o corpo. Isso! Tornamo-nos vegetarianos…
Calou-se. Apesar de salgada, a água que brotava da sua fonte cristalina, inundando os regos lavrados, eram prenúncio de assentimento, de aceitação.
Sorriu, imaginando-se, como uma espécie de preparação mental, já na nova vida reciclada pela força do afeto, amarfanhando a crise que assaltava sem dó nem piedade os mais vulneráveis. Acreditava, sobretudo, na capacidade regeneradora do ser humano.
Reclinou-se. Apertou, carinhosamente, umas mãos esguias, entrelaçando dedos de ternura. Afinal, o seu bem maior estava ali…

Odete Ferreira - 09-09-2012 - Foto – Autor desconhecido

16 comentários:

  1. Quanto tempo não venho no seu blog!!
    Hoje com muito carinho venho convidar você para comer um pedacinho de bolo do meu aniversário.
    Uma linda noite beijos,Evanir..

    ResponderEliminar
  2. Verdade, Evanir, são tantos e tão bons!!!

    Se me convida, vou e saborearei de bom grado, virtualmente, essa delícia..

    Bjo e parabéns :)

    ResponderEliminar
  3. Minha querida

    Hoje passando para oferecer o meu selinho de 3 anos de blogue,uma fatia de bolo e uma taça de champanhe e agradecer o vosso carinho que foi o que me fez chegar aqui.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  4. Amiga Rosa: claro que teria que aceitar o amável convite...
    Deliciei-me!

    Bjinho :)

    ResponderEliminar
  5. Quem precisava de ser regenerado era o Gasparinho & Cª...
    Com as análises empíricas (estas palavras são dele) manda meio mundo para o desemprego e ainda se ri...
    Gostei imenso do teu texto.Que fiquem os afectos, pelo menos...
    Odete, querida amiga, tem um bom resto de semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. (À hora que te respondo, Nilson, estou a ouvir a entrevista com o Sr. PM...)

      Subscrevo-te...Aliás, neste texto há alguma crítica subjacente...

      Obg por teres gostado.

      Resto de boa semana, querido amigo.

      Bjo

      Eliminar
  6. Amiga .
    Estou de volta deixando um abraço e muito carinho para você
    hoje estou sem sono mais agora tenho que dormir mesmo rsrs.
    Cada amiga é um tesouro nessa vida ,
    e você é uma dessas joias preciosas.
    Beijos,Evanir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mau, não ter sono, bom ser novamente visitada por vc :)

      Sem dúvida que os amigos são preciosos, quando há reciprocidade. Mesmo neste mundo virtual, é importante o incentivo e o carinho que se deixa em palavras.

      Bjo, Evanir

      Eliminar
  7. Como falámos sobre este belíssimo texto, fiquei convencida que o tinha comentado.
    O que dizer, para além do que já te disse?
    Vidas, não é?:)

    beijinhos, princesa
    Nina

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora tens a oportunidade de o ler e reler, se tiveres tempo :)

      Bjos, princesa :)

      Eliminar
  8. Intenso esse texto de autor desconhecido...vida que segue seu curso!
    Beijuuss n.a.

    ResponderEliminar
  9. Querida Rê: o texto é meu, a foto é que retirei da net...:)

    Por cá os tempos estão maus; muito desemprego e cada vez mais sacrifícios. Resta (-nos) a crença, alicerçada nos afetos.

    Bom ter-te no meu cantinho.

    Bjoss de carinho :)

    ResponderEliminar
  10. ("Se não conseguires colocação..."... Hummm... queres ver que é um professor que eu cá conheço?)

    ;)

    ResponderEliminar
  11. Bem oops!!! Estás a par das notícias e do desemprego. Este ano foi o descalabro. Com o aumento de alunos por turma, houve professores do quadro de escola que tiveram que concorrer...Contudo, o texto é um ficcional com respingos do real :)

    (Ri-me bem...És terrível...

    ResponderEliminar
  12. Lindo e tocante texto,amiga.

    O afeto é uma fonte inesgotável,rica do poder transformador,que

    cura as feridas e ajuda a erguer a cabeça para a

    caminhada(vida)...

    Beijo,querida.

    ResponderEliminar
  13. Sempre um prazer ler a tua apreciação aos (meus) escritos, querida

    amiga Suzete. Sem afeto, não somos dignos da nossa condição.

    Bjo, alma linda :)

    ResponderEliminar