domingo, 5 de agosto de 2012

Certo? Apenas o imprevisível!


(Pensamento em passeio dominical…)

No incerto do momento, o certo do imprevisível nos momentos das horas certas do relógio da vida…

Elas marcam o compasso, nós acertamo-nos pelos passos da dança. Vale tão pouco a nossa vontade…

“Querer é poder” – um princípio desprovido de sentido perante o desconhecido…

Odete Ferreira 29-07-12 
Foto – Autor desconhecido

6 comentários:

  1. Belo pensamento...Espectacular....
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grata pela apreciação, Fernando Santos.

      Bjo :)

      Eliminar
  2. A incerteza certeza do tempo
    E o compasso do passo desconhecido

    Ao menos...poder escrever

    Bjo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Matutar e escrever, sim, Filipe.

      São as marcas que o tempo poderá não apagar...

      Bjo, meu amigo :)

      Eliminar
  3. Gosto de ler o registo do tempo - no teu pensamento.

    Bjuzz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Às vezes dá-me para ser séria...:)

      Bjuzz, querida amiga Teresa

      Eliminar